Campos Novos e região voltam ao nível Gravíssimo

O Governo de Santa Catarina e a Secretaria de Estado da Saúde divulgaram nesta quarta-feira, 11, os dados da Matriz de Risco Potencial.  Pela nova classificação, três regiões foram classificadas com o Risco Gravíssimo (cor vermelha), doze com o risco Grave (cor laranja) e apenas uma com o risco Alto (cor Amarela).

De acordo com os dados levantados nessa semana, as regiões da Grande Florianópolis, Xanxerê e Meio Oeste foram classificadas com o maior risco potencial, o gravíssimo. Apenas a região do Extremo Oeste foi classificada com o Risco Alto. Todas as demais permanecem com o risco Grave para a proliferação do novo coronavírus.

A Grande Florianópolis abrange 22 municípios e a classificação afeta aproximadamente 1,2 milhão de pessoas. Desde o último dia 15 de setembro, Santa Catarina não apresentava região em estado gravíssimo. Entretanto, pela segunda semana consecutiva mantém uma região com essa classificação. Mesmo na cor laranja, a matriz mostrou que as regiões do Oeste, Planalto Norte e Laguna obtiveram pontuação muito próxima do nível gravíssimo.

>>> Confira o Informativo de atualização da Avaliação de Risco Potencial

Notícia atualizada:

A Secretaria de Estado da Saúde retificou na tarde desta quinta-feira (12) o mapa de risco de Covid-19 nas regionais de Santa Catarina. A pasta informou que houve um equívoco, e o Meio-Oeste – que foi anunciado primeiramente com risco gravíssimo (vermelho) – foi reclassificado para grave (laranja).

Em comunicado, a Secretaria informou que houve um erro na atualização do sistema de leitos das unidades do Meio-Oeste. O equívoco foi constatado somente nesta quinta e houve uma reunião com os prefeitos da região.

Com a mudança, Santa Catarina está com duas regiões em risco gravíssimo (vermelho): Grande Florianópolis e Xanxerê.

Além disso, são 13 regiões em risco grave (laranja): Meio-Oeste, Oeste, Alto Uruguai Catarinense, Alto Vale do Rio do Peixe, Alto Vale do Itajaí, Médio Vale do Itajaí, Foz do Rio Itajaí, Nordeste, Planalto Norte, Laguna, Carbonífera, Extremo-Sul e Serra.

Apenas o Extremo-Oeste apresenta risco alto (amarelo) e nenhuma região apresenta risco moderado (azul).

Fonte: Governo do Estado de SC

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *